Como se calcula o CMV ?

CMV (Custo da Mercadoria Vendida) nada mais é do que o custo de aquisição da mercadoria (aquele que vem na nota fiscal) descontado dos créditos de impostos, como por exemplo o ICMS e acrescido dos impostos gerados na venda desta mesma mercadoria bem como os impostos que estão fora deste mecanismo de crédito e débito como, por exemplo, o IPI, COFINS e PIS.

Quando uma empresa adquire um produto para revenda, sendo esta optado pelo sistema de Lucro Real (sistema contábil), este produto adquirido deverá gerar um crédito de ICMS que, para efeitos de precificação, deve ser considerado, bem como o PIS e COFINS que incidem sobre o preço de venda diretamente. Quando a empresa revende esta mercadoria existem impostos inerentes a esta venda que recaem sobre o custo.

Dando um pequeno exemplo:

Custo de Aquisição: R$ 1,00

Crédito de ICMS obtido por esta compra: R$ 0,18 –> (18% de R$ 1,00).

Venda desta mercadoria:  R$ 2,00

Débito de ICMS ocorrido pela venda:  R$ 0,36 –> 18% de R$ 2,00.

Considerando alíquotas de PIS = 0,65% e COFINS = 3%  sendo ambos sobre o preço de venda, então

PIS / COFINS = R$ 2,00 x 3,65% = R$ 0,073 (sete centavos).

CMV  = 1,00 – 0,18 + 0,36 + 0,073 = R$ 1,253 –> arredondando, R$ 1,25.

(para este exemplo, estou considerando um comércio que não paga IPI)

Entenda precificação como gerar o preço de venda do produto.

Leia também:

Veja COMO REALIZAR A CONTA DO CALCULO DE PREÇO DE VENDA DE UMA MERCADORIA.

Veja No que se baseia a Margem de Lucro de um produto ? Como estabelecê-la ?

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você. Caso queira compartilhar conosco algum conhecimento sobre o Gestão de Empresas, deixe seu comentário!

 

Você conhece os seus custos reais, sabe formar preço de venda sendo competitivo e obter lucros?
Entre em contato conosco e conheça nossas soluções.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *